Nem tudo são flores… há coisas que ninguém fala sobre o procedimento de transplante capilar! Saiba agora, neste artigo.

A um tempo atrás, nem tão remoto assim, intervenção estética era algo que fugia muito da realidade do brasileiro. Hoje em dia, influenciado pelo desejo de ser mais bonito e alcançar padrões de beleza mais altos, cirurgias para “dar uma melhorada aqui” e “corrigir aquele ponto” são cada vez mais frequentes.

Não só entre as mulheres, mas também os homens estão com um gosto pela beleza mais apurado. Neste mundo em que corremos como loucos atrás do modelo ideal, encontramos um assunto e procedimento que possui uma relevância enorme: transplante capilar.

Sim, na lógica dos assuntos de beleza, o cabelo é um dos assuntos principais. Apontam os pesquisadores que “os cabelos contribuem na autoestima do indivíduo por estar relacionado com a aparência, com a atração física e até mesmo com a saúde”. 

Sabendo disso, para muitos o transplante ou implante capilar é a solução mais rápida, fácil e tranquila – apesar de nem um pouco barata – para os que querem resolver seus problemas capilares. Além do mais, a proposta de se transformar na Rapunzel ou no Sansão do dia para noite agrada a gregos e troianos.

Porém, fica a dúvida no ar: será que é isso tudo mesmo, sem nenhum efeito colateral ou coisa do tipo?  Já dizem os mais velhos, quando a esmola é grande, o santo desconfia. 

Por causa desta pulga atrás da orelha, que não só você, mas muitos possuem, vamos neste artigo responder cada uma das suas dúvidas, do pré ao pós operatório, para te levar a responder a seguinte dúvida: transplante capilar, serve mesmo?

Mas vamos lá, o que é o transplante capilar?

Apesar de provavelmente já ter ouvido falar por alto, você precisa saber primeiro de fato o que é um transplante capilar.

O assunto está na moda, cantores, jornalistas e diversas celebridades estão fazendo o procedimento, mas cuidado ele não que pode ser feito por todos.

O transplante capilar tem por principal público pessoas que sofreram traumas ou queimaduras e, por isso, tem no transplante capilar uma solução de reconstrução, diz a SBCP.

O procedimento é, como toda cirurgia, um tanto delicado, e, por isso, necessita de avaliação médica para saber a real necessidade. Antigamente morríamos de medo de entrar na “faca”, hoje perdeu-se o medo, mas os sangramentos, infecções e algumas outras complicações ainda podem aparecer.

Mas existe um risco ainda maior. Sabe qual é? Passar por isso tudo e mesmo assim não ter seu problema resolvido. Isso mesmo, pode ser que o enxerto não vingue e o médico precise fazer uma raspagem.

Por isso, antes de tudo, procure um profissional experiente para fazer o seu transplante capilar.

Além do mais, nem você, e muito menos eu, gostaríamos de jogar cerca de 15 à 20 mil reais no lixo. Sim, essa é a média de procedimento que pode ou não dar certo.

O processo do transplante capilar

O transplante capilar possui algumas etapas. No entanto, o procedimento só pode ser feito caso você possua cabelos fortes na parte de trás ou na lateral da cabeça (algo paradoxal, mas possível caso sofra de calvície). 

Tal requisito é necessário visto que no procedimento, retiramos parte deste cabelo saudável para que o transplante capilar possa ser feito. Assim, os cabelos são enxertados na parte de maior deficiência por um punch.

Por causa disso, podemos entender o porquê do procedimento poder levar até 12h para ser feito. Isso mesmo, como se extrai pequenos enxertos com essa micro seringa – uma forma de elucubrar o instrumento -, geralmente a cirurgia demora um tempo considerável.

Assim segue o procedimento de transplante capilar com o esticar do couro, a retirada do couro cabeludo calvo até a substituição por um mais saudável.

Sim, existe uma bela imagem no imaginário de muitas crianças “raízes” que elucida essa situação: a colcha de retalhos da sua avó. O processo de transplante capilar é feito desse modo com os enxertos.

Tipos de procedimento de transplante capilar

Sobre os tipos de transplante capilar, existem duas principais técnicas que possuem seus ônus e bônus. São elas a técnica FUT e a FUE.

— Pela técnica FUE, são extraídos alguns folículos capilares, da região da cabeça ou outra parte do corpo, para serem enxertados – o que vale é a saúde desses folículos.

Estes são como bolsinhas que geram novos cabelos. Logo, é como se o profissional plantasse na sua cabeça novos cabelos.

Nessa explicação você deve ter se questionado sobre a saúde dos seus cabelos. Caso não tenha, deveria, porque é isso mesmo.

Quanto mais seus folículos são capazes de fazer seus cabelos crescerem, com saúde e força, mais rápido o transplante capilar terá seu efeito. E não só isso, mas

O sucesso do transplante capilar depende do seu cuidado com os cabelos. 

Por isso, use os melhores produtos, faça cronograma de crescimento capilar. Tudo isso irá ajudar a você não jogar dinheiro fora e ter sua autoestima de volta.

Além de como é realizado o procedimento, algo também é importante de se notar. Os benefícios dessa técnica. Além do mais, você está aqui para saber a melhor opção para você e não para se tornar um cirurgião…

Entre os benefícios da técnica FUE, gostaríamos de ressaltar dois que mais chamam atenção.

1º O processo não é tão invasivo.

Diferente das outras técnicas, com essa o transplante capilar não necessita que seja feita a extração de uma área muito grande. Como se utiliza o punch, o processo é bem mais pontual e direto. Tenha certeza que seu couro cabeludo ficara grato se ser poupado.

Como consequência, esse aspecto acaba auxiliando em outros. Por exemplo, não é necessário que haja a flexibilidade do couro cabeludo, visto a retirada certeira de pequenos grupos. 

Isso também faz a técnica mais acessível, pois o transplante não precisará de uma área doadora muito extensa.

2º A recuperação do transplante capilar.

Sim, esse outro benefício acaba sendo óbvio depois que comentamos o anterior, mas não custa nada recordar. Como a técnica é menos invasiva, o processo de recuperação é bem mais rápido. Isso é muito bom por muitos fatores.

Primeiramente é que vivemos em uma sociedade do instantâneo, logo quanto mais rápido estivermos a todo vapor nas nossas atividades, sejam sociais ou do trabalho mesmo, melhor será. 

Retornar para o cotidiano o mais rápido possível é de suma importância, principalmente para nós que estamos a todo momento lutando contra o tempo para fazermos o que precisamos.

Porém, no meio disso tudo, existe as questões culturais…

Apesar de hoje em dia não ser tão forte quanto já foi, um homem falar que passou por um procedimento estético acaba gerando risos e piadas ao seu redor. 

A realidade é que só é legal quando se trata das grandes celebridades. Aos pobres mortais, cabe a chacota.

Um procedimento de transplante capilar rápido evita aquilo que muitos, apesar de já habituados, já não querem passar: a famosa sacaneada do pessoal do escritório. Assim, quanto mais rápido o transplante acontecer e começar a surtir efeitos melhor para você.

Por isso, não só o auxílio de tônicos, mas a própria velocidade do procedimento e recuperação te ajudarão nesta etapa.

Bônus: valorizar o que é nosso.

Sim, isso mesmo. Uma outra informação legal, que também pode te ajudar no processo de escolha é que a técnica FUE associada a uma outra técnica, a DNI, foi idealizada por um brasileiro

Claro que o idealizador ser um brasileiro é algo muito legal. Convenhamos que também os cabelos, cada um tem o seu… Assim, como o corpo sofre influências do meio, também nossos cabelos sofrem. 

Pode parecer besteira, mas não! Como o profissional é brasileiro, provavelmente os critérios de avaliação, pesquisa e até de testagem combinam perfeitamente com a gente. 

Mas na verdade, o que nos move a falar dessa junção de técnicas é que essas duas podem ajudar e muito, evitando mais ainda complicações, como a dificuldade da circulação sanguínea no local. Assim, melhoramos mais ainda a possibilidade de uma cirurgia bem sucedida.

Sim – chegou novamente a hora do aviso – não se esqueça, transplante capilar é um procedimento cirúrgico.

A técnica FUT, por sua vez, é uma técnica bem mais impactante. Existe uma analogia que equivale consideravelmente a ela. Você já viu as faixas de grama para jardins? É exatamente isso que acontece.

Calma, não é preciso se assustar… ou melhor… um pouquinho só não tem problema, a imagem na cabeça é estranha mesmo. 

Porém, de fato é assim que acontece nesse modo de executar o transplante capilar. Resumidamente, se extrai uma faixa da nuca ou regiões laterais, criasse pequenos enxertos menores e se faz o transplante capilar. 

Apesar de bem invasiva, é uma das técnicas mais usadas – se não a mais usada – como podemos ver. Como nem tudo está perdido, gostaríamos de pontuar alguns benefícios da técnica FUT.

O ponto mais interessante é a quantidade de fios que podem ser implantados em um único procedimento. Como esses chegam na casa dos mil, o processo tem resultado muito bom. 

Outro ponto, para acalmar os corações, é que, apesar de ser retirado uma faixa, a cicatriz costuma ficar escondida sob os cabelos. Assim, saber que não precisará raspar os cabelos e que a cirurgia não ficará tão visível é reconfortante para muitos pacientes.

Acaba-se evitando por tabela a questão da exposição. Como a faixa extraída fica escondida, os comentários são menores. Tal questão aponta para um dado muito interessante que mostram as estatísticas. Tais benefícios fazem com que as mulheres sejam as que mais procurem esse modo de transplante capilar.

Mas não esqueça de estimular o crescimento dos fios. A cirurgia não é milagrosa, seja a FUE ou a FUT. O cuidado com seu cabelo posteriormente e o incentivo para que cresça, será 50% da eficácia do procedimento. 

Pós-operatório do transplante capilar

Como em toda cirurgia, não se engane, após o procedimento, te acompanharão, dor, incomodo e até uma possibilidade de inchaço… Dependendo da complexidade do seu transplante capilar, esses e outros sintomas podem aparecer. 

Uma notícia parece óbvia, mas dizem os grandes que o óbvio precisa ser dito: você não poderá lavar o cabelo por alguns dias. 

Ao menos, por dois dias, você precisará ter algumas atenções especiais e cuidados para não ferir o couro. Para alguns isso é uma má notícias, para outros nem tanto. 

Escolha seu time e entre no jogo, mas é só por alguns dias, não use essa desculpa para ficar sem tomar banho, do contrário as piadas no escritório serão sobre outro assunto. 

Como existem diversas técnicas, também há diversos pós operatório. Por isso, frisamos novamente a importância do acompanhamento com o especialista. 

Não se engane, você não o verá somente no procedimento, mas tenha certeza que após o transplante capilar você terá uns encontros a mais com ele.

Por isso, escolha um profissional bom, mas também divertido, além do mais, todo mundo quer uma autoestima bem alta e dar umas boas risadas. Junte seus desejos e tenha tudo de uma vez só.

O cuidado não pode parar.

Quando falamos anteriormente sobre transplante capilar, uma imagem foi muito utilizada: grama, enxerto…

De fato, a imagem é boa e nos leva a pensar sobre a continuidade dos cuidados. Como já apresentado, você precisará manter cuidados, não somente nos dias anteriores da cirurgia.

Para fazer seu dinheiro ter valido realmente a pena, precisará continuar dando atenção e cuidado aos seus cabelos. Como já dissemos, o processo pode não funcionar, é um risco, não faça que esse risco aumente por sua culpa. 

Para isso não acontecer, a lógica é que você faça tudo o que for possível para fazer os fios crescerem fortes e preserva-los.

Pense comigo, o transplante capilar é uma técnica onde “plantamos” recipientes cheios de capacidade de produzirem fios novos em uma área onde não havia possibilidade de crescimento.

É preciso entender, que o processo não é instantâneo e que o crescimento acontece de forma natural. 

Supondo que você tenha dificuldade de crescimento capilar, tenha certeza que essa dificuldade continuará te acompanhando, acabe a você saber dribla-la.

Isso mesmo, não esqueça: o folículo transplantado é seu, a genética está lá, os novos fios não fugirão das suas características.

Por isso, a utilização de tônicos capilares, cronogramas, protetor solar, não são só recomendados como também é uma maneira muito boa de economizar dinheiro em um novo procedimento. 

Incentivar o desenvolvimento do cabelo e o processo de produção deste nesses folículos transplantados é uma excelente opção apontada pelos especialistas. Assim, o processo de crescimento dos cabelos acelera, melhorando o resultado do transplante capilar.

Esse não é o único benefício, apesar de já encher os olhos, mas esses suportes também ajudam a produção de fios mais fortes, ou seja, mais resistentes e na sua conservação. 

Além disso, a utilização de shampoo e condicionador próprio para o seu tipo de cabelo te ajudará e muito. 

Por que isso? Óbvio, seus cabelos continuam sofrendo com as intempéries, assim é preciso cuidar, lavar e nutri-lo. Um cuidado básico, mas que causará benefícios excelentes para você. 

Protetores solar também são recomendados, pois os raios UV são prejudiciais não só a pele, mas também para seu cabelo e coro cabeludo. Por isso, proteja-se. 

Cronograma capilar: dando valor ao seu dinheiro

Provavelmente, você chegou nesta matéria porque quer saber mais sobre o processo de transplante capilar… E no meio dessas procuras algo te espantou: o preço do procedimento! 

De fato, transplante capilar não é para qualquer um. Só procure mais sobre o tratamento se de fato a calvície te desmotiva, fere sua autoestima e te faz ter medo do que vê no espelho. 

Só com um desejo muito grande e sincero você será capaz de investir o valor necessário.

 

Coloque na ponta do lápis e separe no mínimo R$ 20.000,00 somente para o procedimento.

Todavia, uma coisa os médicos não vão te falam, você gastará mais ainda se quiser mesmo ter resultados e não ficar na sorte. E caso isso valha para você, não poderá ficar só nos kits simplistas, básico e que fica sempre uma pulga atrás da orelha se funciona ou não.

A seriedade que você tem com você mesmo e seus ideais e desejos, é medida pela sua responsabilidade com suas escolhas.

Assim, você precisará investir, as vezes valores até R$ 1.000,00 em qualidade e segurança.

Porém a verdade, é que essa continuidade de tratamento traz mais segurança! Isso mesmo, já falamos que pode ser que seu procedimento não seja eficaz de primeira.

Caso isso aconteça, precisará desembolsar mais R$ 20.000,00, tendo a possibilidade de não conseguir resultado e ter que parar no meio do caminho.

   Por isso, a informação mais importante que podemos te dar sobre transplante capilar: Só faça caso isso seja uma prioridade para você. 

Eu quero mesmo fazer um transplante capilar?

Trazemos aqui o maior e mais importante dos questionamentos que você deverá ter que fazer: eu quero fazer um processo de transplante capilar? Eis o questionamento crucial.

Isso acontece, pois o processo é cirúrgico e como todas as cirurgias, possui seus riscos. Por causa do transplante, você tomará anestesia local (e anestesia não é algo simples), passará por tempo de “resguardo” e terá que fazer um cuidado posterior.

Por isso, só faça transplante capilar se estiver disposto a assumir as consequências e cuidados. Mas a verdade é, para ter a autoestima, sentirmos melhores conosco mesmo, olharmos no espelho e termos orgulho do que vemos é algo que não a preço e vale muito a pena.

Esses e outros assuntos você pode acompanhar no Blog da Royal Drop e aprender a cuidar do que você tem de mais importante: sua autoestima, seus cabelos, de quem você é.

Write A Comment