De forma geral, a extensão capilar são mechas sintéticas ou naturais aplicadas ao cabelo natural de uma pessoa com o objetivo de proporcionar volume e/ou alongar. Em outras palavras, é o acrescimento artificial de madeixas usado para transformar a aparência.

Desse modo, a extensão de capilar é algo que ganhou bastante popularidade no Brasil, especialmente por ser uma técnica difícil de ser identificada quando bem realizada.

Ainda que seja algo popular, falta conhecimento sobre os cuidados que a pessoa deve ter quando possui extensão capilar.

Justamente por esse motivo que separamos o que precisa ser feito antes e depois de aplicar a extensão. Assim sendo, continue acompanhando os tópicos a seguir com atenção.

Boa leitura!

Extensão capilar

1. Selecionar a extensão capilar igual ao cabelo

Embora esse cuidado pareça ser óbvio, certamente exige atenção, uma vez que várias pessoas erram no momento de definir a extensão, optando por mechas incompatíveis com o cabelo natural.

Dessa forma, o resultado acaba ficando bem distante daquilo que é aguardado, ou seja, a aparência não fica harmoniosa.

2. Evitar qualquer tipo de química nos fios novos

Ainda que a extensão capilar seja de altíssima qualidade, os fios são de cabelo morto. Desse modo, são madeixas que exigem bastante atenção, principalmente sobre os produtos utilizados.

Sendo assim, quem coloca esse tipo de cabelo precisa evitar usar qualquer química, dado que produtos com essa composição podem prejudicar os fios.

Conforme especialistas explicam, a extensão pode ficar bem fina e fraca, logo, é importantíssimo evitar.

3. Fazer a avaliação do cabelo natural

Antes de colocar a extensão capilar nos fios naturais, a condição do cabelo deve ser estudada.

De acordo com especialistas, o procedimento no cabelo danificado pode resultar em algo esteticamente desinteressante, mesmo que o resultado após a aplicação seja bom, a aparência poderá ser outra no futuro e a pessoa enfrentar complicações.

Além disso, é importante considerar qual será a técnica usada, bem como o peso dos fios.

Logo, cuidado com o cabelo natural que não esteja saudável, visto que a extensão capilar pode não alcançar o resultado que a pessoa espera.

extensão capilar

4. Atentar-se à lavagem do cabelo

Sobretudo, a extensão capilar exige bastante atenção e cautela, principalmente na hora de lavar os cabelos. Nesse sentido, quem tiver esse tipo de fio pode desembaraçar as madeixas com a ponta do dedo antes de higienizar, seguramente é algo que diminui qualquer problema no momento da hidratação.

Ademais, dá para recorrer à babosa no momento de deixar a extensão hidratada. Outrossim, cuidado ao lavar o couro cabelo, já que o alongamento pode ficar muito oleoso quando não é higienizado adequadamente.

Em nenhuma hipótese, aplique qualquer produto diretamente no couro cabeludo, a dica para que tudo dê certo é diluir um pouco com água.

Em geral, é importante compreender que a extensão capilar deve ser uma alternativa para deixar a pessoa ainda mais bonita e não pode ser um problema, portanto, cuidado ao lavar as novas madeixas.

5. Ter prudência no momento de prender os fios

Comumente, a extensão capilar é aplicada com bastante delicadeza. Dessa maneira, o momento de prender esse cabelo exige cuidado, dado que os fios podem enrolar e prejudicar as madeixas que foram aplicadas.

Alguns especialistas, recomendam que o cabelo não deve ser amarrado ou apertado com tanta frequência, já os rabos e tranças, desde que soltinhos, provavelmente não prejudicam tanto quanto.

6. Manter a regularidade da manutenção

Qualquer tipo de extensão capilar exige manutenção periodicamente. O intervalo desse cuidado é entre 2 e 3 meses, porém, o tempo para realizar esse retoque pode ser diferente, depende de qual foi a abordagem realizada e do tempo de crescimento capilar.

Sendo assim, é essencial entender a opinião de um profissional especializado no assunto para saber a frequência que essa manutenção precisa ser realizada.

A manutenção é benéfica não apenas pela aparência, já que também evita que o cabelo fique danificado.

7. Usar chapinha desde que haja cuidado

Ainda que não pareça, a chapinha não é totalmente proibida, ou seja, quem possui esse tipo de cabelo pode usá-la com cautela.

Caso, a extensão capilar tenha sido aplicada com cola de queratina, evite passar a chapinha diretamente na cola, pois ela pode derreter com temperatura alta, consequentemente, o aplique vai se soltar.

Por outro lado, o secador está liberado para qualquer tipo de extensão, porém, recorra a um excelente finalizador para protegê-lo contra o possível ressecamento.

8. Pentear extensão capilar também requer cautela

Quem não deseja prejudicar os fios, o ideal é desfazer os possíveis nós e emaranhados com o auxílio das pontas dos dedos, entretanto, nem todo mundo consegue se adaptar.

Daí, se faz necessário, usar o pente, mas, é importante escolher aqueles cujos dentes são largos ou escovas de cerdas mais grossas. Obviamente, a extensão precisa ser penteada com cautela.

Entenda que alguns pentes, aqueles bem finos, são prejudiciais, podem prender na cola ou, até mesmo, nos micro anéis, danificando as madeixas.

9. Parar de lavar o cabelo diariamente

Há algumas pessoas com o hábito de lavar o cabelo todos os dias, porém, segundo especialistas, o costume precisa ser repensado após aplicar extensão capilar.

Esse processo pode tornar o aplique ressecado, portanto, a regularidade indicada é alternar os dias de higienização.

É importante que o xampu seja utilizado para evitar oleosidade, porém, apenas no couro cabeludo, já os hidratantes devem ser aplicados no comprimento e pontas, o mesmo deve ser feito com o condicionador. O enxágue deve ser completo, afinal, o acúmulo de produtos no cabelo é prejudicial.

extensão capilar

10. Investir na rotina de cuidados com a extensão capilar

Por fim, tenha uma rotina de cuidados com a extensão capilar, especialmente se desejar um cabelo saudável e bonito.

Caso já tenha o próprio cronograma de saúde capilar, basta continuar seguindo-o, tanto com o cabelo natural, como também com as extensões. Certamente, é algo que fará diferença.

Se o objetivo é deixar o cabelo crescer naturalmente, dá para contar com algumas dicas disponíveis em nossa plataforma.

Quer conhecer mais conteúdo sobre saúde capilar? Continue acompanhando os artigos do nosso blog.